[Educação Domiciliar] Planejamento Passo a Passo

Por onde começar? O que considerar? Você pode obter dicas de muitos lugares, mas aqui queremos trazer todos os passos de um planejamento inspirado no método de Charlotte Mason. Confira abaixo:


[nota: antes de começar, obtenha um fichário com divisórias e folhas em branco, onde você possa anexar sem dificuldades o material que você produzir ao longo desse planejamento. Recomendo que progrida um passo de cada vez: volte a esse texto quantas vezes forem necessárias]


Passo 1 - Definindo a Modalidade de Ensino

O primeiro passo para planejar sua Educação Domiciliar é registrar cuidadosamente em um papel de seu fichário os motivos que levaram sua família a aderirem a essa modalidade de educação.


> Dê os três motivos principais por que sua família está optando pela Educação Domiciliar.


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Sempre que você se sentir desencorajado poderá voltar a esse documento e recuperar as convicções que o manterá firme na jornada. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 2 - Estabelecendo os Princípios de Ensino

O segundo passo é registrar cuidadosamente em um papel de seu fichário os princípios mais básicos que irão nortear sua Educação Domiciliar. Isso pode parecer um grande desafio caso você nunca tenha feito esse trabalho de reflexão sobre "o que está por trás daquilo que eu desejo e busco?" Por isso recomendamos que você responda as perguntas abaixo em seu fichário:


> Qual é o significado e a abrangência da educação?

> Qual é a fonte das ideias da educação? Existem outras fontes? Quais? (Ex: a Bíblia, a tradição cristã, a cultura clássica, a ciência, a psicologia moderna...)

> Qual é o propósito principal da educação? (Ex: conhecimento de Deus, um QI elevado, uma carreira profissional...)

> Quem é a criança que está sendo educada?

> Qual é o papel do professor nessa educação?


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Elas devem estar frequentemente sendo revisadas a fim de que você garanta que está caminhando em passos firmes dentro das suas convicções. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 3 - Definindo o Método

O terceiro passo é buscar um método de ensino que que esteja ajustado aos seus princípios definidos no passo anterior. O que é um método? Um método é uma forma (pois existem várias) de aplicar um conjunto de princípios. A partir disso, podemos entender que qualquer pessoa pode criar um método para alguma área da vida, desde que possua princípios sólidos não-contraditórios entre si. Portanto, nessa etapa, você pode se considerar livre para estabelecer o seu próprio método de educação, a partir de seus princípios educacionais. No entanto, é muito válido e útil investigar o que já foi desenvolvido por outras pessoas na área da educação e estudar os métodos já disponíveis, a fim de nos beneficiarmos de seu conhecimento e não perdermos tempo reinventando a roda. Ao mesmo tempo, é importante que você saiba que não irá encontrar o método perfeito, mas pode encontrar o método que mais te ajude a avançar de forma consistente. Por isso, recomendamos que você responda em uma folha de seu fichário a pergunta abaixo:


> Qual método de educação mais se aproxima dos meus princípios e da forma como acredito que devem ser aplicados? Por quê?


Seja o mais sólido possível em sua resposta. Para isso, recomendamos que estude sobre os principais métodos disponíveis e seus princípios norteadores. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 4 - Olhando Para o Método

Até aqui, temos falado sobre educação: algo que abrange toda a vida da criança e não meramente o tempo em que ela passa debruçada sobre os livros. O quarto passo, no entanto, para planejar sua Educação Domiciliar é investigar seu método para obter uma visão panorâmica dos princípios que irão regular o ensino (formal) a ser ministrado. Você pode responder as seguintes perguntas um uma folha de seu fichário:


> Quais os objetivos principais do ensino formal?

> Quem são os participantes do ensino (formal) e qual o papel de cada um?

> Como as matérias (disciplinas) são distribuídas e por quê?


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Sempre que você desejar adquirir algum recurso ou material de apoio à sua educação domiciliar, poderá voltar a esses tópicos para verificar se o material cumpre os princípios segundo os quais você caminha. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 5 - Começando um Currículo

O quinto passo para planejar sua Educação Domiciliar é começar a considerar as matérias (ou disciplinas) que farão parte do seu ensino formal. Para isso, você deve levar em conta o que diz o seu método escolhido, o que dizem as normas de seu governo, e os seus objetivos específicos para a formação de seus filhos. Use uma folha de seu fichário para responder as seguintes perguntas:


> Quais matérias (disciplinas) devo ministrar aos meus filhos, de acordo com sua idade, segundo o método que escolhi? Quais eu vou ministrar? Quais eu não vou ministrar? Por quê?

> Quais matérias (disciplinas) devo ministrar aos meus filhos, de acordo com sua idade, segundo as leis de meu pais/estado/município? Quais eu vou ministrar? Quais eu não vou ministrar? Por quê?

> Quais matérias (disciplinas) devo ministrar aos meus filhos, de acordo com sua idade, para que façam o "Exame X" (encceja ou enem, por exemplo)? Quais eu vou ministrar? Quais eu não vou ministrar? Por quê?


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Elas moldarão a estrutura de seus anos escolares. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 6 - Olhando Para o Ano

O sexto passo é começar a olhar especificamente para o ano que se inicia. Você precisará detalhar informações sobre o funcionamento do seu ano letivo e voltar aos documentos elaborados no passo anterior e para listar as disciplinas que deverão ser trabalhadas nesse ano com cada um dos seus filhos, juntamente com os detalhes referentes ao tempo de estudo. Use uma folha de seu fichário para organizar os seguintes dados:


> Quantas semanas de aula teremos no total? Quantos dias no total?

> Como [em quantos] períodos (semestre/trimestre/bimestre) as lições/aulas serão divididas?

> Teremos avaliações? Quanto tempo será dedicado a elas?

> Defina em uma tabela uma lista com (1) todas as matérias a serem ministradas, (2) o tempo destinado a cada uma das lições de cada matéria, (3) a quantidade de vezes que cada matéria deve ser ministrada semanalmente, (4) o número total de lições/aulas para cada período letivo, (5) o número total de lições/aulas no ano.

> EXTRA: imagine uma situação crítica em que seus planos não possam ser executados. Em outra folha do seu fichário registre todos os dados sugeridos acima para uma possível "situação de emergência". Defina suas prioridades. Você pode, por exemplo, reduzir a quantidade de semanas para cada período, eliminar alguma matéria ou reduzir a quantidade de aulas de uma ou várias matérias, reduzir o tempo destinado a algumas aulas. Seja quais forem as suas decisões, anote tudo de forma especifica, pois você deverá fazer dele um planejamento completo (continuando nos próximos passos). Caso a situação de emergência surja, você estará preparado.


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Elas definirão seu percurso no ano que se inicia. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 7 - Conhecendo Cada Matéria

O sétimo passo é realmente o mais complexo. Agora, nosso objetivo é ir, de matéria em matéria, investigando os princípios gerais e as aplicações específicas (para as séries de nossos filhos) de cada uma. Faça isso com calma, uma matéria por vez. Use as folhas de seu fichário para anotar, sobre cada matéria:


> Quais os princípios fundamentais do ensino dessa matéria?

> Quais os assuntos a serem trabalhados?

> Qual a estrutura das lições/aulas?

> Como o professor deve se preparar para as lições/aulas?

> Quais os tipos de recursos serão necessários?


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Elas proporcionarão a fluidez das aulas ao longo do ano. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 8 - Selecionando os Recursos

O oitavo passo é olhar para cada matéria analisada no passo anterior para estabelecer a lista de materiais e recursos a serem utilizados ao longo do ano para o bom andamento das aulas. Use as folhas de seu fichário para anotar, sobre cada matéria, de forma específica:


> Quais livros devo adquirir (caso se aplique)?

> Quais materiais devo preparar?

> Quais leituras prévias devo fazer?

> Quais recursos preciso obter?


Seja o mais sólido possível em suas respostas, pois sem elas as aulas não acontecerão. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 9 - Preparando o Período Letivo

Anteriormente você já definiu as divisões de seu ano letivo em períodos (semestres, trimestres ou bimestres). Agora é hora de olhar para eles de novo. O nono passo se trata de selecionar uma matéria por vez, analisar os materiais que você planejou utilizar em cada uma delas especificamente e dividir o uso desses materiais ao longo dos períodos letivos. Para ser mais confiante ao fazer essa divisão, você pode consultar o número total de lições/aulas de cada matéria, que você registrou no passo 6.


> Quais livros usarei em cada período (caso se aplique)?

> Quais materiais serão necessários em cada período?

> Quais projetos extras poderemos realizar?

> Quais assuntos serão tratados em cada período?

> O que devo deixar preparado para o primeiro período? O que pode aguardar o segundo/terceiro?

> EXTRA: A partir de todas as informações que você já adquiriu até aqui, volte ao seu "plano de emergência" e redistribua os recursos e materiais direcionados a cada disciplina de acordo com suas anotações no passo 6.


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 10 - Olhando para a Semana

Chegou a hora de pensar em um cronograma semanal. Aqui entramos em uma área muito específica em relação ao método adotado. Desse ponto em diante, nossas orientações provavelmente só serão úteis àqueles que optaram por uma educação domiciliar inspirada no método de Charlotte Mason. Antes de planejar um cronograma, é importante que você conheça os princípios por traz da elaboração de um cronograma que esteja de acordo com os princípios gerais do método.


> Por que as aulas devem ser curtas?

> Por que preciso prezar por variedade na distribuição das aulas?

> Por que preciso considerar o ritmo familiar ao estabelecer meu cronograma?


Seja o mais sólido possível em suas respostas. Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente com sua folha de resposta:

[TEXTOS]


Passo 11 - Estabelecendo um Cronograma

Agora sim, vamos estabelecer um cronograma semanal.


> Serão quantos dias de aula por semana? (Essa resposta definirá a quantidade de lições diárias)

> Quais disciplinas são ministradas diariamente? (registre o tempo de duração de cada aula)

> Quais disciplinas são ministradas 4x na semana? (registre o tempo de duração de cada aula)

> Quais disciplinas são ministradas 3x na semana? (registre o tempo de duração de cada aula)

> Quais disciplinas são ministradas 3x na semana? (registre o tempo de duração de cada aula)

> Quais disciplinas são ministradas 2x na semana? (registre o tempo de duração de cada aula)

> Quais disciplinas são ministradas 1x na semana? (registre o tempo de duração de cada aula)

> Aproveite para olhar para a rotina diária e refletir sobre os melhores horários para as lições de acordo com o ritmo familiar.

> Com base nos dados anteriores, crie uma tabela com os dias da semana e comece a encaixar as matérias na tabela considerando (1) a quantidade de aulas semanais, (2) o tempo de cada aula, (3) a variedade na distribuição das matérias/disciplinas, (4) um tempo total de aula relativamente igual para cada dia da semana.

> EXTRA: volte às anotações do seu "planejamento de emergência" e elabore um cronograma semanal que se encaixe nas decisões tomadas no passo 6.


Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente em seu fichário:

[TEXTOS]


Passo 12 - Planejando o Calendário

Agora que você já possui todos esses dados, vai precisar ir a um calendário que contenha os doze meses do ano e definir quando cada período letivo começará e terminará. Veja o que você vai precisar considerar:


> Considere seu planejamento de férias e recessos. Coloque no calendário os períodos do ano em que vocês não terão disponibilidade para o ensino domiciliar por motivo de férias.

> Considere os feriados. Vocês manterão a rotina de estudo nos feriados? Em quais vocês desejarão/deverão fazer outros tipos de programações?

> Considere aniversários e outras datas familiares e religiosas importantes. Provavelmente serão dias atípicos.

> Finalmente, planeje o início e término de cada período letivo (considerando os dados anotados no passo seis - quantas semanas de aula por período), e planeje o que será feito em relação aos dias de aula "perdidos" por causa de feriados, aniversários e outros eventos atípicos. Essas aulas serão ignoradas ou serão repostas? Caso você deseje repor, vale a pena separar a ultima semana de cada período letivo, anterior às avaliações, para finalizar as matérias.


Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente em seu fichário:

[TEXTOS]


Passo 13 - Planejando as Aulas

Finalmente podemos planejar as aulas de cada matéria a partir de todos os dados que já coletamos. Faça tabelas para cada matéria (de acordo com a quantidade de períodos letivos em que você separou o ano escolar), da seguinte maneira:


> Cada tabela é para um período letivo

> Cada linha (exceto a primeira) é para um dia de aula. (A quantidade de dias para cada aula já foi definido anteriormente e equivale à multiplicação entre a quantidade de aulas semanais e a quantidade de semanas do período letivo)

> Cada coluna, exceto a primeira, é direcionada ao capítulo ou trecho de livro a ser lido em cada uma das aulas, e/ou planejamento das atividades para cada aula específica.

> Considere o tempo máximo de cada aula para fazer esse planejamento da melhor forma possível.

> EXTRA: lembra-se do seu "planejamento de emergência"? Você não precisa chegar até aqui com ele, a não ser que realmente haja alguma emergência e a necessidade de utilizá-lo. Caso isso aconteça, você já tem os recursos necessários e os dados de que precisa para refazer seu plano de aulas de acordo com a nova realidade.


Caso deseje, você pode colocar alguns de nossos textos juntamente em seu fichário:

[TEXTOS]

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Nossa História

Bem-vindo! Se você ainda não sabe quem somos, recomendamos que comece clicando aqui. Além disso, aqui você poderá encontrar informações sobre aquilo que cremos. E aqui, informações sobre os recursos q

Nossos Recursos

Você precisa saber algumas informações importantes sobre os recursos que disponibilizamos. Por isso, recomendamos que você acesse a página "Quem Somos", "Nossa História" e a página "Nossa Fé" além de

Nossa Fé

É importante que você saiba um pouco sobre Quem Somos, Nossa História, e sobre aquilo que cremos para que possa fazer o melhor uso possível de nosso conteúdo, de maneira refletida. Leia o texto abaixo